Como "destralhar" a casa em 5 minutos - Home So Simple

Como “destralhar” a casa em 5 minutos

Despachar tralha é, por vezes, uma tarefa difícil quer seja porque é algo aborrecido ou, porque se acha que tudo é necessário. Não é. A lista que se segue, mostra isso mesmo: Revistas: todas as que têm mais de 6 meses já não vão ser lidas. Não vão mesmo. Deite fora (vai ver que não … Read more

Arrumar a casa não tem de ser um pesadelo

Arrumar a casa não tem de ser um pesadelo

Normalmente, arruma-se a casa ao fim de semana pois é quando há tempo para o fazer. A tarefa de arrumar a casa, por vezes, torna-se um pesadelo pois não só ocupa uma grande parte do tempo, como relembra a necessidade de ter 3 fins de semana, seguidos, para pôr tudo em ordem. Ora, isso acontece … Read more

Regresso às aulas! Lancheira

Regresso às aulas!

… e fim de férias! O regresso às aulas é a altura do ano em que estamos com a energia reposta e cheios de vontade para começar um novo ciclo. Este, é um dos momentos ideais para nos reorganizarmos e como o Verão nos traz coisas boas ( miúdos mais crescidos e uns kgs a … Read more

Truques simples que tornarão a sua vida mais feliz

Truques simples que tornarão a sua vida mais feliz

#1 Para sair de casa a horas, crie uma playlist. Assim, saberá, com precisão , o tempo que ainda tem.   #2 Se acha que alguém lhe está a dar uma informação errada, repita-a de forma incorreta. Caso o corrijam, sabe que pode confiar.   #3 Vá às compras depois das refeições. Comprar de barriga vazia, … Read more

Organizar em 5 passos - Home So Simple

Organizar em 5 passos

#1 Escolher Organizar coisas que não se usam é um desperdício de tempo por isso, a primeira coisa a fazer é livrar-se de tudo o que  já não usa. Caso seja um acumulador por natureza, ponha tudo dentro de uma caixa, com um prazo de validade ( 3 a 6 meses, no máximo). No dia … Read more

Os essenciais dentro do roupeiro - Home So Simple Roupeiro

Os essenciais dentro do roupeiro

Todos temos uma tendência natural para acumular. Seja roupa, sapatos, blocos de notas, sacos de compras… O resultado, a médio prazo, será ter “molhos”de objectos que nem nos lembramos ter e que, vendo pelo lado prático, não nos fazem grande falta – caso contrário, estariam à vista.